Notícias, artigos e boletins

« Voltar

07 de Julho de 2020

B3 abre listagem para fundo de investimento em infraestrutura

Mercado de Capitais

A B3 anunciou, no dia 6 de julho de 2020, que passará a listar fundos de investimentos em infraestrutura (FI-Infra), estruturados para financiar projetos de infraestrutura, de modo que suas cotas fiquem disponíveis para negociação tal como ocorre com ações e fundos imobiliários, com a possibilidade de compra e venda em ambiente de Bolsa, ainda que se trate de um investimento de longo prazo.

A iniciativa visa atender à demanda de corretoras e gestoras de recursos por alternativas aos fundos fechados e de longo prazo, abrindo espaço para uma gestão mais simplificada, a criação de produtos com prazos compatíveis com seus ativos e atração de mais investimentos. A listagem permite que as cotas sejam negociadas no mercado secundário e traz como benefícios a isenção de imposto de renda sobre os rendimentos e a diversificação de riscos, considerando o investimento pelos fundos em diferentes ativos.

Além disso, foram também alteradas as características de negociação dos Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) listados, passando a liquidação do produto, que acontecia no mesmo dia, a acontecer em D+2 (dois dias), assim como o FI-Infra, além de ter sido simplificada a atribuição de código de negociação dos fundos. Ainda, nas negociações de ambos os fundos, a B3 atuará como contraparte central dos negócios, proporcionando maior segurança aos investidores, já que se responsabilizará pela entrega dos ativos, amparada pelas garantias vinculadas (colateral).

O ambiente fica, então, preparado para futuras ofertas públicas, num setor que está em ascensão e deve demandar capital intensivo para investimentos, adotando-se para o FI-Infra as mesmas características de negociação dos FIDCs, ambos agora negociados de forma similar à dos fundos imobiliários listados.

É certo, todavia, que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é o órgão competente para regular essa modalidade e pode permitir, sob certas condições, o alcance desse modelo de investimento ao público de varejo.

Sócios

« Voltar